segunda-feira, 9 de março de 2009

Hei Garota

MOTHER AND CHILD, 1907 (Pablo Picasso)

Eu te amo, viu minha garota!

E eu nem acho que este meu jeito de te amar é tão diferente
dos demais modos ditos, normais.

Meu abraço vem com mesma intensidade
De amor, ternura, maciez, calor ...
(E um pouco de culpa por ter mentido no domingo passado).


“Obrigado por ter emprestado o útero para me proteger na queda ...” (Ego)

2 comentários:

Nelson Bortolin disse...

Intrigante!

lélhens disse...

e dessa vez eu nem fui cumplice.