sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Tudo isso

(Mãe Terra - Autor Desconhecido)


Gosto de me sentir englobado por tudo isso
sei que tudo isso não me cabe
mas me sinto parte dessa engrenagem
sou matéria, sou átomo, e faço parte disso tudo

E se amanhã ou depois
algo que me conecta neste mundo,
um desses plugs qualquer
que nos plugam a vida,
se despluga ...

Ainda farei parte de tudo isso
sou matéria, sou átomo ...

5 comentários:

nirvanispoeta disse...

Tudo isso!!! Nossa Lê, como é bom ver que alguém aqui está escrevendo mto bem!!! as vezes me pergunto se você não estaria no curso errado hihihih, brincadeira!
Mas nossa adorei a rima, a simplicidade de alta qualidade!!! meus parabéns querido xuxu^^

nirvanispoeta disse...

E agora refletindo...
Tudo isso algumas vezes me parece ser nada,
Parece ser só mais uma lembrança
Ligeiramente rabiscada e meio rasgada...
Tudo isso é um universo que uma hora vejo em mim
E em outra não vejo mais
Ficando vazio, vácuo, nulo
Nesse tudo que não me encaixo
No mesmo tudo que somos átomos... somos ... o que não era pra ser... o que nunca achamos entender...
Ser, criatura, imagem, alma, gravura.. ruptura com o tudo!!!

By eu^^

faustopad disse...

pois é meu amigo leandro...se lembra de quando eu insistia para que você escrevesse? Taí ai uma mostra do que é capaz. "TUDO ISSO" é: lindo, preciso, limpo, contectado. Continue sempre...!

Cristina Thomé disse...

Adorei esse canto aqui. Pronto: estou na sua cola por aqui também (rssss....). Beijo

Nelson Bortolin disse...

Olha só... Se depender dos conselhos vc muda de ofício mesmo, hein bonitão? O texto tá bem legal mesmo!