sábado, 21 de fevereiro de 2009

Monólogo 'à Trois'


Em uma destas madrugadas qualquer onde o eu, conversa comigo mesmo e o ego se intromete.

Tenho medo da vida dar errado. Se é que já não esta tudo errado. A esta hora da noite as perguntas clichês vêm à tona. O que eu faço aqui? Porque eu vim parar entre estas pessoas? Porque tanto medo da vida?! Ta aí o carnaval! Pra que? Pra ser feliz! O que adianta brincar de ser feliz? Todos brincam! Eu não sou todos, quero brincar de pique-esconde. Covarde!

Como se fosse hoje me lembro que na dócil ingenuidade de uma década e sete anos acreditava ainda que tudo estaria resolvido após o ingresso à universidade. Doce ilusão.

"Melancolia de merda". (Ego)

5 comentários:

Nelson Bortolin disse...

Quem vai ganhar a guerra, você ou o ego?
Bela ilustração.

nirvanispoeta disse...

Engraçado... pensar sobre isso...
Quantas e quantas vezes me perguntei sobre o que seria fingir e o que realmente seria ser, fazer agir????
Até parece que são tão diferentes, e se forem? Quem poderia fazer uma explicação lógica e objetiva sobre isso?
Ahm queremos demais, pensamos demais, sonhamos pouco...
Universidade um sonho utópico? ou uma grande ilusão que nos venderam desde pequenos... ???

lélhens disse...

dá um estudo antropológico esse teu post.
e qualé que é a graça de dar fim aos problemas, aos embates? o bacana da universidade é ver os nosso velhos problemas parecerem pequenos e os novos, os substitutos, ganharem corpo e amedrontarem a gente. adrenalina puuuura!

hahahahauhauha

[q desgraça, né? eu sei.]

Leandro Correia disse...

É, não tinah pensado por este lado ... mas sabe como são estas noites né? heheh ...

Eu mesma! disse...

sim, está tudo errado, faz tempo já...
acostume-se, conforme-se, etc etc...
mas sempre vai ter gente que te entende!
(pelo menos essas quatro pessoas aqui acima e eu aqui...)